Outros tempos (mesmo que tão próximos)

A grande notícia da mídia é a morte de Michael Jackson…

São especulações sobre sua morte, entrevistas com especialistas sobre o que vai ficar mais forte, seu legado como Rei do pop ou suas bizarrices e escândalos dos últimos 10 anos.. eu nunca fui realmente fã de Michael, nem tenho boa formação em jornalismo cultural ou nada que me permita análises mais “embasadas” a respeito do surgimento do Pop, seu estilo, etc.

O que me motivou colocar um post foi ouvir repetidas vezes, mesmo que com palavras diferentes que “não haverá mais astro pop como ele”, e eu concordo. Reconheço que ele vendeu milhões e milhões de discos, despontou junto com a MTV, fez sucesso mundial e conseguiu definir o Pop, que não é só cantar bem, e vender a si como produto, é a performace de palco, os shows, enfim… reconheço, mas esta, para mim, não é a justificativa para que não tenhamos mais ninguém que atinja este mesmo patamar. Minha justificativa talvez seja até obvia, mas parece que não vemos. Sabe aquele clichê “os tempos mudaram”.. ou “tudo tem seu tempo”…pois é.. exatamente isso.

Estou meio sem tempo para análise mais aprofundada, mas dos anos 80 e 90 para agora muitas coisas mudaram, principalmente em relação à tecnologia e à comunicação, o que impactou/impacta de maneira forte na(s) culturas locais e na cultura global, transformando nossos referentes simbólicos, nossos interesses, costumes, nosso cotidiano, nossa forma de se ver e entender o real, o virtual…

É inegável a importância dos anos 80, e veja muitas coisas que nos apegamos, lembramos, somos fãs e até os mais novos gostam surgiram nesta época e continuam até hoje…No entanto, em tempos líquidos acho que até os fãs-clubes dos artistas atuais tem outras características, se diluem ou há mais mobilidade…

A internet é ferramenta poderosa, e mesmo que falemos em exclusão digital …(mas já dizia alguém que quem faz a pauta é a classe média), vemos hoje exemplos como Malu Magalhães, Susan Boyle ou algum brega que ganhou repercussão na grande mídia graças ao Youtube ou algo parecido, o twitter vira noticia na televisão, etc. Na pós-modernidade é difícil encontrarmos coisas “unicas”, somos sempre múltiplos, múltiplas identidades, fazendo múltiplas coisas, escutando múltiplas musicas.. enfim… um adolescente hoje que leu livros e viu filme “Crepusculo” também deve ter tido a “fase Harry Potter”, e também pode gostar de NxZero… mas daqui a 10 ou 20 anos isso vai ter a relevância que Michael Jackson e Madonna ou nossas bandas de Pop-rock como Titãs ou Kid Abelha, ou algo tipo Roupa Nova têm hoje para alguns mais velhos q eu e um pouco tb para mim.. isso eu já num sei…. tenho a sensação que tudo é mais volátil…não deixarão de existir “Astros Pops”, de repercussão mundial, mas é diferente.. digamos que haverão muitos duques, duquesas, no máximo príncipes e princesinhas do pop… mas reinado se tornou utopia.

Somo a isso a espetacularização e o culto a celebridades, o próprio Michael sofreu nos últimos anos reflexo disto. A vida pessoal de artistas vem ganhando mais destaque que sua arte… e até quem não tem absolutamente nenhum talento, como uma Paris Hilton (para não citar exemplos nacionais..), é alguém famoso, chamado para diversas festas e com suas peripécias publicadas em vários jornais. A Britney Spears bêbada se torna mais notícia e mais interessante que a música nova… talvez a música nova até venda mais se houver algum escandalo ou alguma coisa “a mais” noticiada conjuntamente.

Vou parar por aqui, outra hora posso escrever mais sobre estes assuntos…

PS: não entendam meu post como pessimista, por favor. Não coloco isto aqui como lamurias o como se no passado fosse melhor, porque sempre temos tendência de “glamourizar” o passado… é uma constatação pessoal… acho q quando a gente enxerga a realidade ou as realidades é mais fácil de se estudar trabalhar, lidar com elas… sem demonizá-las ou inferioriza-las em relação a outras épocas.. ok?
PS2: quem deve ter adorado essa morte de Michael Jackson foi Sarney…
PS3: quem também morreu, mas de acidente, foi meu vizinho, senhor de 61 anos..enterro é hoje,filhas dele são mais novas que eu… vamos rezar, né? e dormir….
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s